O leitor Euclides Rezende lá no meu post sobre o medidor de distorção Húngaro, fez a seguinte pergunta: 

"Olá. Gostaria de saber o que faz com esses aparelhos depois que desmonta e tira as fotos? Espero que não jogue fora. Pois aparelhos assim, devem ser mantidos e/ou enviados para museus."

Sobre o caso específico do medidor de distorção TR9602, pode ficar sossegado pois já tem um igual em um museu aqui da cidade. E o meu eu não joguei fora e nem desmontei. Olha ele lá no canto da foto (foto tirada neste fim de semana):
Bancada de eletrônica

Ele não funciona, dá fundo de escala no medidor, mas está todo original. Só ocupa espaço demais e não é tão útil. Se alguém quiser ficar com ele só se manifestar que eu vendo por um bom preço. Só tem que vir pegar aqui pessoalmente, pois não tenho como colocar nos Correios. Tem um analisador lógico da Tektronix também.

Na foto também dá pra ver outros aparelhos que já mostrei no blog. Não jogo fora os aparelhos depois de desmontar pra tirar fotos. Não tirei foto do chão do quartinho, mas os três gravadores de mesa (Philips, Gradiente e Technics) ainda estão aqui. Destes devo desmontar dois e ficar com um (não sei pra quê).

Concordo com o Euclides, estes aparelhos devem ser preservados. O problema é que eles são só uma pequena parte do que eu já vi nos ferros-velhos da vida. Já escrevi dois posts sobre isso, um mostrando aparelhos de testes e outro com uma visita a um ferro-velho somente de eletrônicos. Quando dá pra salvar alguma coisa eu trago pra casa, nem que seja só um pedaço, como aquela placa MSX de fliperama em 2009. As vezes trago e repasso para algum amigo ou mesmo algum leitor aqui do blog (foram quatro). O último caso foi o de um transmissor de RF que o dono do ferro velho insistiu para que eu levasse embora. Como não era muito do meu interesse (até que ficaria legal do lado da bancada) tirei umas fotos e mostrei a um colega que ficou muito interessado. Na semana seguinte já não estava mais lá...

Transmissor no ferro velho

A questão principal é que se eu não levo embora o pessoal do ferro velho vai desmontar sem dó. Uma vez cheguei atrasado, vejam que tristeza:
Osciloscópios desmontagos