Curioso como o tempo passa e a gente sempre acaba descobrindo novos fatos pitorescos sobre a história da eletrônica. Ontem mesmo fiquei sabendo que uma velha piada que eu ouvi no curso técnico e na faculdade tem um fundo “histórico” muito interessante. Trata-se da história da WOM ou “Memória Somente de Escrita” (numa tradução tosca, se tiver uma melhor manifeste-se).

Este termo era usado nas piadas com os “bixos” que eram mandados até a loja de componentes comprar réguas de medir tensão, pacotes de elétrons e a tal WOM (com a variação de EWOM e EEWOM).
Write Only Memory
Pois então, descobri ontem em minhas leituras diárias que na década de 70 do século passado a Signetics publicou em um de seus manuais uma referencia a um componente WOM. Tratava-se da memória 25120 com capacidade de 9046 x N bits (onde N = 0). Fazendo uma rápida pesquisa cheguei a história de que um engenheiro da Signetics chateado com o processo burocrático de aprovação de novos manuais incluiu de brincadeira as especificações da 25120 junto com outras de verdade. O pessoal de lá acabou aprovando e saiu publicado num manual sobre novos produtos e só foram descobrir quando receberam pedidos de informações pelos clientes. O manual teve que ser reeditado e os “defeituosos” foram recolhidos.

Aparentemente a piada foi aprovada pela Signetics já que em Abril de 1973 eles compraram um espaço de 2 páginas na revista “Electronics” e publicaram um anuncio com o datasheet completo da memória. O datasheet inclui até curvas (como a de “Quantidade de pinos” x “Número de vezes que a memória foi colocada num soquete”) e o diagrama em blocos (O mesmo aí de cima). Agradecendo a Era da Internet veja você mesmo o datasheet clicando aqui.

Segundo a revista “Rádio-Electronics” de Abril de 1973 a memória estaria à venda no dia 1º de Abril daquele ano com as primeiras entregas marcadas para 31 de Fevereiro de 1974. Existe até uma foto do componente na figura 4 na página 53 desta edição. ;-)

Agora só falta aparecer o datasheet dos DED (Dark-Emitting Diodes, bons para usar como indicadores de equipamentos desligados) que a Texas publicou por volta desta mesma época.