Simulador de TV analógica com Raspberry Pi

Raspberry TV Simulator
Daí eu peguei aquela TV preto e branco que consertei um tempo atrás e montei um projetinho com Raspberry Pi dentro dela. Segue o vídeo:


O projeto foi feito por diversão e para divulgação do canal e do meu Github. Toda a parte técnica está lá no repositório do projeto no Github (código fonte, esquemas e mais). O que ele faz é simular a mudança de canais numa TV analógica usando o próprio circuito da TV de tubo de 5 polegadas. Isso é feito acionando um relé que substitui a chave de video/TV que fica atrás do aparelho. Montei o relé numa plaquinha dentro da TV:

Placa do relé
Aproveitei os próprios fios que vão para a chave para conectar nesta placa, por isso não houve necessidade de retira-la e nem de cortar trilhas. 

Esta TV usa um potenciômetro para variar a tensão de sintonia do tuner. Ali tive que cortar as trilhas do potenciômetro para poder usar a tensão de 5V e mandar para o Arduino. Os cortes na placa foram feitos como mostrado na foto:
Montagem do potenciometro

Com isso o pino de tensão de sintonia do tunner (Varicap) fica flutuando (aberto) e a TV só mostra estática na tela com o típico ruído no áudio. Aqui a posição da chave e do potenciômetro na placa da TV:

Placa da TV

O potenciômetro fica acoplado mecanicamente, via engrenagens, ao botão (knob) de sintonia e ao capacitor variável do rádio. Falando em rádio, preciso checar se ele continua funcionando. Provavelmente continua, já que o circuito é separado da TV. Aqui o potenciômetro indicado pela seta vermelha:
Placa da TV

A Rasperry Pi 3B+ foi montada dentro do compartimento de pilhas, que é bem espaçoso:
Montagem do simulador de TV
Como não tinha aqui o conector correto para o áudio e vídeo da Rasp usei os pontos de teste na placa e soldei diretamente neles. O áudio na Raspberry é estéreo, por isso montei um mixer com dois resistores de 1k Ohms para transformar em mono.

No cartão de memória vai o sistema operacional normal da Raspberry. O script em Python que toca os vídeos e checa o status do Arduino foi colocado para rodar automaticamente após o boot. No vídeo de demonstração usei filmes em domínio público disponíveis no Internet Archive.

O projeto ainda tem algumas coisinhas pra ajustar e talvez surjam melhorias futuras. Também pode servir de base para alguém que queira reaproveitar uma TV velha.

Por dentro de um carregador de baterias de Lítio HD-8991B

Carregador HD-8991B

Comprei este carregador de baterias de Lítio modelo HD-8991B para manter as minhas células 18650 carregadas enquanto não acho um uso pra elas. Segue o vídeo com os testes e a desmontagem do aparelho:


O carregador carrega baterias de Lítio nos formatos 18650, 26650, 16340 e outras, desde que caibam no suporte. A placa do carregador:

Carregador HD-8991B

Os dois CIs, IC1 e IC2 tem a marcação HWD-3 e não retorna nada nas buscas, mas pelo que dá pra ver nas ligações devem ser os controladores de carga das células. Embaixo do display também tem dois CIs que não consegui ler, mas devem ser os controladores para os bargraphs do LCD. Girando a placa vemos a fonte:
Carregador HD-8991B

A fonte usa um CI MT3611A (10.5 W máximo) e é uma fonte chaveada com circuito bem comum. Já do lado da solda não tem componentes:
Carregador HD-8991B

Como disse no vídeo o carregador me decepcionou um pouco e vou usar só pra manter as minhas células 18650 carregadas, conferindo a carga com o multímetro. A corrente de carga parece ser bem baixa pelo tempo que levou pra carregar duas células. Preciso ver se localizo mais informações sobre os CIs HWD-3 para checar como eles funcionam.

Ligando uma tela de tablet na HDMI

AT070TN92

Daí eu testei mais uma placa universal de LCDs . Desta vez peguei uma para telas com entrada TTL em 50 pinos, usadas em tablets, DVDs portáteis e centrais multimídia de carros (compre aqui). Nos testes usei uma tela LCD modelo AT070TN92 da Innolux. Segue o vídeo dos testes:


Aqui a placa:
PCB8000812V1
Esta placa usa um CI RTD2660H da Realtek que tem entrada em HDMI e separa os sinais para o LCD em TTL e o áudio. A placa tem um amplificador integrado AP2068 estéreo de 2,6 W por canal. Vou usar ela pra um projeto em breve. Por baixo tem o modelo PCB8000812V1:

PCB8000812V1

Por dentro do multímetro digital Aneng 621A

Aneng 621A
Mas mais um multímetro? Mais um multímetro...

Este aqui é um Aneng 621A (compre aqui), com touchscreen e bateria interna. Segue o vídeo:


O multímetro por dentro:
Aneng 621A PCB

Os CIs não possuem identificação, fora a memória e o carregador de bateria. O CI bolha é o multímetro em si, o outro maior é o controlador do LCD e o menor o controlador para os botões touch screen. A bateria é de Lítio de 3,7V por 600 mAh. A placa até que tem uma boa identificação, com vários pontos de testes devidamente marcados:
Aneng 621A PCB

P.S. Estou pensando em parar com os posts no blog acompanhando os vídeos. O trabalho pra tirar fotos e escrever os textos pra postar é muito pro retorno que dá. Até os comentários estão rareando aqui...

Reaproveitando uma Tela de notebook com entrada eDP

PCB800807V6 HDMI pada eDP
Daí eu salvei mais uma tela LCD de notebook e foi uma com entrada eDP (Embedded displayport) da Innolux modelo N140BGE-EB3. Este tipo de conexão está se tornando a mais comum em telas mais novas e é uma versão do Displayport tradicional. Inclusive é possível ligar uma porta Displayport diretamente numa eDP com um cabo e tomando cuidado para ligar o backlight do display. Mas segue o vídeo:

Usei uma placa PCB800807V6 (compre aqui) que converte de HDMI para eDP. A conversão é feita por um CI RTD2310E da Realtek que não tem informações nem no site oficial:

PCB800807V6
Do outro lado não tem componentes, mas tem a legenda das resoluções para seleção nos jumpers do outro lado:
PCB800807V6

A placa funcionou sem problemas e é bem simples de configurar e ligar. Só preciso agora ver se ela também separa o áudio do HDMI. Desconfio que isso é feito e os sinais ficam disponíveis no conector J5.

Por dentro de um multímetro digital GVDA GD107

Multímetro digital GVDA GD107
Mais um multímetro para review, desta vez um GVDA GD107 em formato de caneta (compre aqui). Segue o vídeo:


A placa do multímetro tem um regulador chaveado, um CI de multímetro com a tradicional cobertura de epoxi e alguns outros componentes. Curioso aqui são os dois termistores na entrada, quando o normal é usar um só:

Multímetro digital GVDA GD107

Do outro lado da placa ficam o LCD, os botões, o buzzer do teste de continuidade e o relé:

Multímetro digital GVDA GD107

Consertando uma caixa de som Bluetooth

Caixa de som Bluetooth
Mais um conserto aqui no blog, desta vez uma caixa de som Bluetooth modelo FZF-19YX7 da Ebai. Ela não estava ligando e a bateria não carregava. Segue o vídeo:

A caixinha por dentro usa essa placa:

Placa Caixa de som Bluetooth
Esqueci de anotar os part numbers dos CI´s, mas ao centro tem o de Bluetooth e a esquerda, embaixo, o amplificador de áudio. Aparentemente não tem um CI carregador de baterias, mas o circuito deve ser formado pelo transistor Q1. A caixa com a bateria (3.7V x 600mAh):
Caixa de som Bluetooth
O problema era o conector da USB que levantou as soldas. Por isso não gosto de conectores SMD, eles soltam fácil com o tempo. Ressoldado o conector a caixinha voltou a funcionar. A bateria parece um pouco estufada, mas não troquei. O preço de uma nova pode sair mais caro que uma caixa completa.

Consertando um DVR Bola de Futebol da VTV

DVR VTV Bola de Futebol 4 canais
Sim, alguém achou uma boa ideia produzir um DVR (gravador de câmeras de segurança) em formato de bola de futebol. Encontrei este aparelho no ferro-velho e comprei pra ver se pelo menos poderia salvar a tela. O aparelho estava bem sujo e precisou de um banho e de uma boa limpeza. Segue o vídeo:


Tecnicamente o aparelho é um DVR e um monitor com entrada em vídeo composto. Na parte da frente fica o monitor, a placa do LCD e a placa do teclado. A placa do monitor é esta:
Placa DVR VTV 4 canais

O CI grande ali é um MST717C-LF, que é um driver para LCD com 4 entradas analógicas de vídeo composto. O resto a sua volta são reguladores de tensão e uma memória FLASH 25VF040. Esta placa da pra ser reaproveitada em algum outro projeto que precise de um monitor de vídeo com entrada analógica. Por baixo a placa é assim:
Placa DVR VTV 4 canais

Aí tem os LEDs de indicação (POWER, ALARM, REC, HDDD e STATUS) e o receptor do controle remoto. Esta parte é independente do circuito do LCD e vem da placa do teclado, que é essa aqui:
Placa DVR VTV 4 canais

O microcontrolador é um 90C52RC da STC, com núcleo padrão 8051. Perto dele tem um MAX813L, CI de supervisão de microprocessador e microcontrolador. Esta placa é responsável pelo teclado, LEDs de indicação e pelo controle remoto. Ela é conectada a placa principal do DVR via serial e não USB, como falei no vídeo. A placa principal é esta:
Placa DVR VTV 4 canais
São duas placas na verdade, a de baixo só tem os conectores de entrada, saída e alimentação. O CI ADC de vídeo é um TW2866 da Techwell. O CI da Ethernet é um RTL8201CL da Realtek. As RAMs são duas K4T51163QI da Samsung, num total de 32M x 16 bits. O Linux fica guardado numa FLASH S29GL064N de 64Mb. O processador eu não tirei o dissipador então fico devendo o part number dele. Por baixo da placa principal:
PCB DVR

Pra fechar, uma vista do teclado:
Placa DVR VTV 4 canais
O aparelho é interessante pelo formato de bola de futebol, embora seria melhor numa TV. O defeito era a tela LCD que estava quebrada. Troquei por uma AT070TN92 da Innolux que é um LCD bem comum de 50 pinos e agora está funcionando normalmente. Este LCD normalmente substitui os LCDs de 800x480 de resolução usados em DVDs portáteis, de carro, alguns tablets e telas para câmeras de ré. O LCD original do aparelho era um HXW070ML0201-12A.

Por dentro do multímetro digital Minipa ET-1002

Minipa ET-1002
Mais um multímetro Minipa para testar, desta vez um ET-1002, modelo básico. É um multímetro padrão de 2000 contagens com seleção de escala manual. Segue o vídeo tradicional:


O multímetro segue o padrão dos aparelhos desta faixa e, provavelmente, usa um CI da família ICL7106. A escala de 10A não possui fusível e a escala baixa de corrente compartilha o mesmo borne da escala de tensão. Isso requer cuidado ao mudar as escalas com as pontas conectadas nos circuitos. A placa do multímetro:

Minipa ET-1002
O fabricante original é a All Sun e o modelo é o EM490, como pode ser visto no site oficial. A chave de seleção é impressa no outro lado da placa:
Minipa ET-1002

E a posição dos contatos da chave de seleção:
Minipa ET-1002

Por dentro de uma bateria externa Inova POW-1019

Inova POW-1019

Mais um powerbank para testar, desta vez um Inova modelo POW-1019 de, alegados, 10.000 mAh. Segue o vídeo com unboxing, testes e desmontagem:

O carregador é o primeiro modelo comercial que testo aqui que vem de fábrica com células 18650. São cinco células:

Inova POW-1019

Como uma célula de bateria 18650 pode ter de 1000 a 2000 mAh, dependendo da qualidade, este carregador portátil pode ter de 5000 a 10000 mAh. Após os testes podemos concluir que são baterias de 1000 mAh. Logo a capacidade indicada na caixa não é real. A placa tem 3 conectores USB, mas o CI TP4366 de 1A e não recomendo usar todas as saídas de carga de uma vez. A placa do outro lado:
Inova POW-1019