domingo, 22 de agosto de 2010

Minha cidade...

2 comentários
Bom, o leitor Carlinhos comentou no post anterior pedindo para que eu colocasse um pouco da minha história. Já pensei em escrever algo assim, mas não sei nem por onde começar. Enquanto não organizo as idéias vejam esse vídeo sobre a minha cidade que encontrei no blog do Giácomo. Tirando o ufanismo (dá pra usar essa palavra aqui ou é só pra país?) o vídeo tem algumas imagens interessantes. Qualquer hora vou escrever alguma coisa sobre esse tal "Vale da Eletrônica" também...

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Sobre a memória WOM (Write Only Memory) 25120 da Signetics

7 comentários
Curioso como o tempo passa e a gente sempre acaba descobrindo novos fatos pitorescos sobre a história da eletrônica. Ontem mesmo fiquei sabendo que uma velha piada que eu ouvi no curso técnico e na faculdade tem um fundo “histórico” muito interessante. Trata-se da história da WOM ou “Memória Somente de Escrita” (numa tradução tosca, se tiver uma melhor manifeste-se).

Este termo era usado nas piadas com os “bixos” que eram mandados até a loja de componentes comprar réguas de medir tensão, pacotes de elétrons e a tal WOM (com a variação de EWOM e EEWOM).
Write Only Memory
Pois então, descobri ontem em minhas leituras diárias que na década de 70 do século passado a Signetics publicou em um de seus manuais uma referencia a um componente WOM. Tratava-se da memória 25120 com capacidade de 9046 x N bits (onde N = 0). Fazendo uma rápida pesquisa cheguei a história de que um engenheiro da Signetics chateado com o processo burocrático de aprovação de novos manuais incluiu de brincadeira as especificações da 25120 junto com outras de verdade. O pessoal de lá acabou aprovando e saiu publicado num manual sobre novos produtos e só foram descobrir quando receberam pedidos de informações pelos clientes. O manual teve que ser reeditado e os “defeituosos” foram recolhidos.

Aparentemente a piada foi aprovada pela Signetics já que em Abril de 1973 eles compraram um espaço de 2 páginas na revista “Electronics” e publicaram um anuncio com o datasheet completo da memória. O datasheet inclui até curvas (como a de “Quantidade de pinos” x “Número de vezes que a memória foi colocada num soquete”) e o diagrama em blocos (O mesmo aí de cima). Agradecendo a Era da Internet veja você mesmo o datasheet clicando aqui.

Segundo a revista “Rádio-Electronics” de Abril de 1973 a memória estaria à venda no dia 1º de Abril daquele ano com as primeiras entregas marcadas para 31 de Fevereiro de 1974. Existe até uma foto do componente na figura 4 na página 53 desta edição. ;-)

Agora só falta aparecer o datasheet dos DED (Dark-Emitting Diodes, bons para usar como indicadores de equipamentos desligados) que a Texas publicou por volta desta mesma época.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...