sexta-feira, 25 de julho de 2014

Notas aleatórias de Sexta 25/07

Sony Shake 99
Foto: Divulgação
  • Comentei no Facebook sobre a noticia do lançamento do mini-system Sony Shake 99, o "mais potente do mundo" com 4000W RMS de potência. Fiz uma conta rápida e com 4000 W RMS de saída e supondo uma eficiência de 95% (Amplificador classe D) o tal aparelho consumiria no mínimo 4200 W da rede elétrica. As tomadas aqui de casa são de 127 Vac e pela norma ABNT NBR 14136 (Jabuticaba) o máximo de corrente seria de 20 A. Então a potência máxima que a minha tomadinha suportaria seria de 2540 W (P = I * V, lembram?). Logo eu não posso ligar um destes (segundo a norma), no volume máximo, na minha tomada. Conferindo o manual do aparelho, na página 50, vemos que o consumo de potência da rede elétrica é de 700W. Logo ou a Sony descobriu uma maneira de criar energia ou esta potência toda não é verdade. Advinha qual a alternativa correta?
    ---
  • Ganhei algumas cartelas antigas de Electro-set da Letraset e acho que vou fazer umas plaquinhas só de brincadeira. Nunca fiz placas com elas. Normalmente quando preciso fazer alguma placa (o que é meio raro já que gosto de placas universais) uso o método de transferência térmica. O mais curioso é que descobri que o Electro-Set ainda é fabricado. Só não sei onde se encontra pra comprar. Se alguém encontrar, comprar e for usar eu não recomendo usar o método de limpeza descrito no site oficial, usando benzina.
    ---
  • Outra coisa velha que ainda existe, mas não da forma original (O último número parece ser o 33 lançado em 2011), é o eZine "Barata Elétrica" do Derneval Cunha. Agora ele tem um blog com links, muitos links. De vez em quando sai algum texto, mas não como antigamente. Eu costumava pegar os zines no FTP da Unicamp, lá no século passado  (o primeiro número é de Janeiro de 1994). O engraçado é procurar os termos "Barata Elétrica" no Google e a primeira coisa que aparece é este vídeo:
    ---
  • E o Orkut vai acabar. A maioria dos comentários que li a respeito falam de como as comunidades do site eram boas (o sistema do Facebook é muito ruim). No meu caso estou salvando alguns tópicos de algumas comunidades que participei em PDF e que talvez sejam uteis. Um exemplo é o tópico na comunidade sobre a revista Nova Eletrônica onde um ex-funcionário da revista conta histórias da época.
    ---
  • Aliás, procurando pelo nome do autor do tópico acabei chegando no seu blog. Lá tem as histórias que ele contou da Nova Eletrônica e outras coisas relacionadas. Também tem alguns de seus projetos, como o da réplica do volante da Ferrari F1 2012. Vale a pena conferir.
    ---
  • Finalmente consegui terminar de ler o livro "Small Signal Audio Design" de Douglas Self. Pra quem está acostumado a só encontrar livros sobre amplificadores de áudio com um ou dois capítulos sobre tudo que vem antes da parte de potência, este volume é um achado. Com pouca matemática e uma pegada mais prática o autor fala de pré-amplificadores, mesas de som, amplificadores de microfone, controles de volume (um capítulo só sobre isso) e tudo mais. Demorei pra terminar (desde o começo do ano) pois sempre voltava pra ler melhor um capítulo ou pra checar um circuito. Livro excelente!


    ---
  • Conversando com um colega sobre a "guerra das placas" (Arduinos x RapBerry Pi x BeagleBone Black x Outras) eu disse que se fosse pra apostar em uma eu apostaria na Arduino Tre (se ela for realmente lançada). O motivo é a imensa massa de usuários da linha Arduino. Acho que não tem como concorrer. Outro ponto que gostaria de deixar registrado é que não vejo como a Intel Galileo entrará nesta briga. Uma saída de vídeo fará falta. E quem foi o gênio que pensou ser uma boa ideia colocar uma RS232 num conector de fone de ouvido?
    ---
  • Já coloquei o link antes, mas não custa relembrar: Uma fazenda no melhor estilo do programa "Acumuladores", mas com equipamentos eletrônicos. São sete páginas com fotos.
    ----
  • E a imagem aleatória da semana é da capa de uma revista de eletrônica Soviética. Poderia concorrer com as capas da revista Antenna dos fins dos anos 80:
Revista Russa
Não lembro onde encontrei esta foto...

4 comentários:

  1. Sobre o Galileo, tem uma nova versão onde trocaram o conector da serial e corrigiram um erro mais grave: agora tem e/s digital acessível diretamente (na versão original as e/s digitais eram acessadas por I2C, limitando a taxa de atualização a 230Hz). Também não sei onde o Galileo vai se encaixar nesta história, mas a Microsoft andou dando uma força, oferecendo placas gratuitas (estou aguardando a minha).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema que vejo na Galileo é a falta de uma saída de vídeo. E também me cadastrei pra receber a placa, mas não acredito que vão enviar pr´o Brasil....

      Excluir
  2. Um ex-funcionário da revista que foi a melhor do Brasil na área de eletrônica diz que a maioria dos projetos da referida revista eram copiados de publicações do exterior. Tristes trópicos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim a melhor revista de eletrônica publicada por aqui era a "Revista Monitor de Rádio e Televisão". Tinha muitos artigos de fora, mas os nacionais eram ótimos também.

      Excluir

1. Alguns comentários são moderados automaticamente. Caso isso ocorra pode levar algum tempo até que eu veja e o libere.
2. Comentários fora do assunto do post podem ser apagados.
3. Não, eu não posso consertar os seus aparelhos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...