terça-feira, 8 de outubro de 2013

Tentando melhorar o som do PC

Acho que já faz uns dois anos que aposentei o velho micro system da Aiwa (NSX-F9) que eu usava como amplificador do PC. Era um tipico aparelho da Aiwa dos fins dos anos 90, daqueles com duplo deck e carrossel para 5 CDs, que depois de um tempo parava de funcionar os CDs e depois os decks, além do controle de volume ficar maluco e só funcionar pelo controle remoto. Bem típico dos Aiwa daquela época mesmo, mas como amplificador funcionava muito bem.

Pois então, o motivo da aposentadoria foi por causa da área ocupada na mesa pelo aparelho e suas caixa. Resolvi trocar por um desses sistemas 2.1 e acabei pegando um da C3 Tech modelo TCS3150 (que não me custou nada, pois foi trocado por pontos em um programa de fidelidade). A diferença foi brutal, as caixinas novas eram muito ruins, com um irritante barulho de 60 Hz (hhhhhhuuuummmmmm) e aquelas "pipocadas" ao ligar e desligar que fazem o cone do subwoofer pular. Mas como já tinha trocado (o Aiwa foi revendido a um preço simbólico para a pessoa - Séfora - que havia me vendido o aparelho em 1998) não tinha mais volta. Tive que ficar com aquela tranqueira até o inicio deste ano quando meu irmão me arranjou um par de caixinhas da HP (Pavilion Speaker System, não sei o modelo). Nada demais, só duas caixinhas com controle de volume e tonalidade alimentados pela USB (potência baixinha).

Não sou audiófilo, mas sinto falta de um sistema com uma qualidade de áudio um pouquinho melhor que as tipicas caixinhas de PC. O velho Aiwa me proporcionava isso, além de ter um equalizador (digital) que eu podia ajustar do jeito que eu achava melhor (sou maniaco por ajustes pessoais). E foi pensando nisso que resolvi montar um sisteminha de som novo para o meu PC. Mas montar tudo mesmo: amplificador, fonte e caixas de som. E como eu sou bobo e gosto de inventar moda resolvi fazer um sistema pra todos os audiófilos botarem defeito (tá, isso é fácil demais eu sei).

(1) O amplificador seria um CI TDA qualquer com potência de até uns 10W (é som pra PC, pra eu ouvir música sózinho e não com os vizinhos e o pessoal do quarteirão). Mas acabei encontrando uma revista "Eletrônica Popular" de 1956 com um projetinho de um amplificador de 5W valvulado. Como nunca montei um amp valvulado achei uma boa idéia começar com esse projeto. Caso não tenha sucesso eu volto com a idéia do "TDA da vida". Como ele não usa uma válvula de saída muito conhecida (e inflacionada) consegui comprar uma caixa fechada com 5 peças:

Valvulas de saída de áudio

Ainda não montei nada do amplificador, estou apenas na fase de "ajuntamento" de peças.

(2) Para a fonte a idéia do básico "transformador+diodos+capacitormaiorpossível" não me agradou muito (lembre-se que é preciso "inventar moda"). Fica como plano B, o negócio é fonte chaveada mesmo. Para um amplificador com CI é só comprar uma fonte padrão chinesa e tá pronto. Para valvula a coisa complica um pouco. E como faz muito tempo que eu não trabalho um projeto de fonte destas seria bom relembrar os bons tempos. A fonte está "quase" pronta, faltando alguns testes para estabilizar a saída de alta tensão:
Fonte amplificador valvulado

(3) E as caixas? Bom, as caixinhas de plástico de PC tem um desempenhos sofrivel. Uma caixa de madeira por pior que seja sempre terá um "som" melhor. Então lá fui eu pesquisar e acabei chegando nas pequenas Makizou M-8BH. "Parece fácil de montar" eu pensei na época, só espero que sejam realmente boas. Hoje o meu pensamento já mudou para "devia ter montado uma Bass Reflex". Estou montando há quase dois meses. As placas de MDF das caixas:
Caixa Makizou M-8BH

Como isso tudo está dando um certo trabalho eu dei um tempo com os vídeos e posts aqui no blog. A idéia era escrever sobre isso apenas quando tudo estivesse pronto. Mas como estou tirando fotos durante todo o "processo criativo" achei melhor comentar agora e, quem sabe, fazer alguns posts sobre cada uma das montagens enquanto elas vão acontecendo. Vamos ver se a idéia vai pra frente (não deu muito certo com o pedal de efeitos).

3 comentários:

  1. Prezado pakequis,
    Parabéns pela iniciativa em montar um amplificador valvulado ! Vai ser classe AB ?
    Quanto a fonte existem algumas restrições (presença de roncos )ao usar uma fonte não-linear para equipar equipamentos de som, veja mais detalhes sobre isso em www.handmades.com.br, na parte dedicada a amplificadores valvulados.
    Saudações,
    Henrique.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Henrique,
      Já me fizeram essa mesma pergunta sobre o ronco da fonte. Pode até aparecer, mas com a fonte em 132kHz não tem como a caixa de som reproduzir nessa frequência e se fosse possivel uma pessoa não escutaria. Mas vou tomar as providencias necessárias para reduzir o ruido.

      Excluir
  2. Vou acompanhar esse post de perto...
    Quero montar um amp valvulado há mto tempo...

    ResponderExcluir

1. Alguns comentários são moderados automaticamente. Caso isso ocorra pode levar algum tempo até que eu veja e o libere.
2. Comentários fora do assunto do post podem ser apagados.
3. Não, eu não posso consertar os seus aparelhos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...