terça-feira, 29 de julho de 2014

Daí eu montei um rádio a cristal (antes que seja tarde)...

Pois é, após tantos anos eu finalmente montei um rádio a cristal. Houve apenas uma tentativa (frustrada) há muitos anos. Se me lembro bem nem era um rádio a cristal tradicional, tinha um amplificador com transistores de germânio e era alimentado com pilhas de laranja, limão e outras coisas. Acho que saiu numa "Eletrônica Junior". Não consegui fazer funcionar...

Este aqui usa o mesmo bastão de ferrite da primeira tentativa. Ele estava guardado numa caixa de madeira com componentes que tenho desde pequeno. Domingo passado, com chuva e frio, mexi na caixa e reencontrei o ferrite e me perguntei: Por que não?

Catei um capacitor variável nas gavetas e montei rapidinho o radinho:
Rádio a cristal
Foto de celular, sem foco...
Para a bobina usei fio rígido comum. Com fio esmaltado fica mais bonito. As espiras foram presas com fita crepe. Primeiro enrolei uma camada de 50 espiras e fechei com fita. Depois enrolei mais 30 espiras para as conexões de antena e terra (a "receita" da bobina veio do primeiro esquema que encontrei no Google Imagens). O grande problema de quem monta um destes circuitos é o fone de alta impedância. Para o primeiro teste usei um Buzzer piezoelétrico. Como antena usei um pedaço do mesmo fio usado na bobina, com 4 metros. Consegui ouvir pelo buzzer o sinal da emissora local de AM. O volume é muito baixo, mas dá pra entender os locutores e as músicas.

Antes que alguém reclame o "Cristal" do nome é do cristal do diodo de germânio. Catei de uma sucata e parece ser um AA119, mas está meio apagado o texto no vidro.

Com o funcionamento comprovado comecei a procurar uma forma de fazer uma montagem definitiva. Pretendo levar o rádio para a casa da minha mãe, pois lá tem uma grade grande que deve dar uma boa antena além de poder fincar uma estaca de cobre na terra. Para isso seria bom uma montagem um pouco melhor que a da foto acima.

Catei uma placa universal para colocar o capacitor variável, já que era um modelo para PCB. Usei uns pedaços de MDF que sobraram das Makizou e um pedaço de chapa de alumínio fininha para o painel. Um knob grande de uma sucata de som completou o material:

Radio a cristal


Como o buzzer piezoelétrico não é muito bom de se usar como fone de ouvido coloquei um transformador para poder usar o fone comum de 16 Ohms do meu celular. Testei alguns trafos pequenos e o melhor desempenho foi com um transformador de 9+9Vac x 350mA. Usei os extremos dos enrolamentos tanto do secundário quanto do primário para fazer as ligações. O som ficou muito melhor que o do buzzer. O esquema final ficou assim:
Esquema do rádio a cristal
Montei o transformador num cantinho da placa de MDF. O conector de fones precisa ser colocado no painel, mas como usei um para PCB ainda não pensei em como fazer isso.

Rádio a cristal

Olha o diodo ali do lado do capacitor variável:
Radio a cristal
Para uma montagem de um Domingo frio e com chuva até que ficou bom. Sobre o "antes que seja tarde" do título, é uma referência a mudança das rádios AMs que migrarão para a faixa de FM.

4 comentários:

  1. Me lembra a infância. Meu pai montou um rádio destes para mim e eu ficava maravilhado por não precisar de pilha ou ligar na tomada. A bobina foi enrolada em um tubo de papel higiênico; ele achou um fone de alta impedância e dava par ouvir mesmo sem uma antena grande.

    ResponderExcluir
  2. Praquemquis, onde você comprou este capacitor variável? Ebay?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Newton, comprei uma placa no ferro velho que veio com ele...

      Excluir
  3. Essa migração para a faixa de FM eu acho que vai ser um cagada sem tamanho! Deveria ter sido permitido que as emissoras de AM tenham uma segunda emissão em baixa potencia (classe C?) na faixa de FM, mas que mantenham o AM no ar. Mas como esse governo só faz cagada... o que esperar?

    ResponderExcluir

1. Alguns comentários são moderados automaticamente. Caso isso ocorra pode levar algum tempo até que eu veja e o libere.
2. Comentários fora do assunto do post podem ser apagados.
3. Não, eu não posso consertar os seus aparelhos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...