quarta-feira, 26 de junho de 2013

Lanternas Recarregáveis (Tecnologia de Camelô)

E eu fiz mais um...

Desta vez ficou menor (15 minutos). O assunto são as lanternas recarregáveis chinesas. Já havia escrito sobre uma delas lá em 2008 (e de uma outra também), mas foi bom pra relembrar.


O quarto Vlog já está planejado e deve chegar perto de uma hora de duração. Estou pensando em dividir em três partes, vamos ver se vai ficar bom. E será sobre o segundo post mais acessado do blog.

6 comentários:

  1. Ehehe... a primeira lanterna eu já vi por aqui, e uma verdadeira tapeação mesmo. Já a segunda até que é beeeem honesta. Mas eu dou uma certa risada com o seu fator "cagaço" eheh. Qualquer fiozinho com uma capa de 2mm isola perfeitamente 220V. O fato dele passar por baixo da bateria ou próximo dos terminais dela não são o suficiente pra centelhar. :)

    E um bônus. Uma certa vez um amigo me apareceu com uma lanterna "recarregável" mas daquelas de chacoalhar. Aquela era realmente uma tapeação master! O dínamo dela, era falso! Os chineses gastaram uma merreca de fio esmaltado pra enrolar uma bobina falsa, e o que seria o imã era apenas um pedaço de ferro galvanizado. E claro, o led acendia via duas pilhas CR2032. Essa porcaria esta jogada em algum canto aqui, qualquer hora eu acho e faço umas fotos e publico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é "cagaço", sei que o fio isola. O problema é que essa lanterna não segue muito bem as normas de segurança.

      Excluir
    2. Respondendo depois da resposta do comentarios abaixo... novamente, acha que chinês que faz produto desse a preço de banana tá muito ligado pra normas de segurança? :P

      A coisa é mais o ou menos do tipo: Ligou, acendeu, não incendiou, tá valendo.

      Se é pra falar de normas de segurança, e quiser rir mais ainda, pega qualquer raquete mata-mosca e veja se alguma delas fala algo sobre por o dedão na tela quando ela esta carregada e o risco de choque elétrico eheh.

      Como eu disse, chinês não tá nem ai... que mais é produzir a preço cada vez mais baixo e vender muito.

      Claaaaro que existem exceções, mas ai não custa a mixaria que vemos nessas coisas de camelô. :)

      Excluir
  2. Ahh... uma coisa que eu esqueci de comentar. A bateria da segunda lanterna caso você não saiba é uma do tipo "chumbo-ácido", só que em geral não usa ácido liquido e sim uma forma de "gel", ou esponja molhada. Simples, barato e eficiente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu sobrinho tinha (ou tem) um carrinho de controle remoto com uma bateria destas. Claro, devidamente identificada com o nome do fabricante e material usado na fabricação. Já a desta lanterna não tem nenhuma marcação e na embalagem da lanterna é dito que não vai chumbo na composição da bateria. Vou tirar uma foto da embalagem pra colocar no post.

      Excluir
    2. E chines tá muito ai pra isso né? :P Ainda mais numa lanterna barata dessas, imagina quanto isso custou quando saiu lá da fábrica.

      O que eles conseguirem economizar em papel, tinta ou o que seja, tá valendo :)

      Excluir

1. Alguns comentários são moderados automaticamente. Caso isso ocorra pode levar algum tempo até que eu veja e o libere.
2. Comentários fora do assunto do post podem ser apagados.
3. Não, eu não posso consertar os seus aparelhos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...