quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Carregador de baterias Ecomania EM-BC83F é realmente “Microprocessado”?

Carregador EcomaniaBom... Comprei dois carregadores modelo EM-BC83F da Ecomania esses dias e um deles apresentou um problema no plug da tomada AC. O plug defeituoso estava meio solto e como ele vai ligado diretamente na rede elétrica não seria bom deixar assim.

Resolvi colocar o plug no lugar, o que significava desmontar o carregador. A caixa é fechada por dois parafusos Philips e por duas travas em cada lateral. Tive que tomar cuidado pra não quebrar essas travas. Aqui cabe o aviso de nunca abrir um equipamento eletrônico sem saber o que está fazendo.

Aberto o carregador e consertado o plug, que estava com a trava plástica quebrada, restava fechar a caixa. Nesse momento lembrei de dar uma olhada no tal “microprocessador” tanto alardeado nas propagandas deste carregador. Segundo o manual (uma folha de papel com instruções de uso em Inglês, Português e Espanhol) o carregador é “Controlado por um microprocessador inteligente”:

Manual do CarregadorConfesso que ainda estou procurando o “microprocessador inteligente”. Como se pode ver nas fotos abaixo existem apenas dois Circuitos integrados: Um comparador duplo LM393 SMD (IC1 montado por baixo da Placa) e um regulador shunt TL431 em encapsulamento TO92 (IC2). No mais são 4 transistores e alguns zeners e retificadores. Mas NENHUM microprocessador.

Lado da solda Lado dos componentesO circuito também não é muito complexo, embora cumpra o seu papel. Os transistores Q3 e Q4 formam um oscilador para chavear o transformadorzinho no canto superior esquerdo da foto. Isso serve para baixar a tensão para o carregamento das baterias que é controlado pelos comparadores de tensão.

No site do fabricante e nas lojas que vendem esse carregador vemos a alusão a esse tal “microprocessador inteligente” que não existe. Ou isso é propaganda enganosa ou a empresa nacional não sabe o que tem dentro de seus produtos...

Como nem tudo é ruim, gostei das pilhas que vem com o carregador. Duram muito mais na minha câmera digital do que as pilhas recarregáveis que eu já usei.

2 comentários:

  1. Amigo, comprei este carregador a cerca de 1 ano. não sei se o carregador é assim mesmo ou se esta com problemas. o caso é que coloco na tomada com as pilhas originais dele (ECO 2300 mhA) e os leds apagam e cerca de 1 ou 2 horas. Bom isso não é nem de longe suficiente para carregar as pilhas. Ao testar em algumas cameras, elas nem ligam.

    com estes sintomas, é possivel que o carregador tenha ido para o buraco?
    Amigo, não for encomodo e souber responder, agradeço: rodrigopontobazilioarrobagêmailpontocom

    vlw!

    ResponderExcluir
  2. Também tenho um carregador desses, não fica triste não mas os carregadores de Eco são pura porcaria, tanto que sumiram do mercado junto com as respectivas pilhas. O que eu tenho também vai apagando os leds entre uma e duas horas. Não é defeito e sim baixa qualidade do projeto. Esses carregadores não completam toda a carga das pilhas. Recomendo duas opçôes: carregador convencional da Philips, aqueles pesados com transformador, são baratos e robustos. Precisa olhar a corrente de carga na etiqueta e fazer os cálculos para saber quantas horas deixar carregando. Para pilhas de 2600 mAh são 19 horas. Lento mas carrega completamente. Uma dica é colocar a mão nas pilhas, quando a temperatura aumentar estão carregadas. Outra opção, mais cara porém sofisticada é o carregador Nitecore, D2 ou D4, esse sim é o verdadeiro carregador de pilas, microprocessado e inteligente. Muito bom mesmo!

    ResponderExcluir

1. Alguns comentários são moderados automaticamente. Caso isso ocorra pode levar algum tempo até que eu veja e o libere.
2. Comentários fora do assunto do post podem ser apagados.
3. Não, eu não posso consertar os seus aparelhos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...